Morte no Kapalanga sob investigação do ministério da saúde

No prazo de 15 dias, a comissão terá de apresentar um relatório circunstanciado da ocorrência, com a indicação precisa dos factos e dos eventuais responsáveis

140
COMPARTILHE

O Ministério da Saúde ordenou esta quinta-feira a constituição de uma comissão de inquérito para apurar os factos ocorridos no último domingo no Hospital Municipal de Viana, localizado no bairro do Kapalanga, em que um cidadão de 31 anos, cujo nome não foi identificado, perdeu a vida por suposta negligência médica.

O inquérito surge dias depois de a Rádio Luanda, do grupo RNA, ter passado uma reportagem, no programa “Kiandando”, em que a mãe do jovem surge a denunciar a suposta causa da morte do seu filho. Momentos depois, apareceu um outro ouvinte a relatar igualmente da suposta negligência do pessoal do Hospital Kapalanga, onde há cerca de dois anos viu falecer a sua esposa que para lá se deslocou na condição de parturiente.

Em comunicado do Ministério da saúde indica que foi ordenada um inquérito para apurar as ocorrências no Hospital do Kapalanga, no quadro das suas atribuições em relação ao Sistema Nacional de Saúde.

No prazo de 15 dias, a comissão terá de apresentar um relatório circunstanciado da ocorrência, com a indicação precisa dos factos e dos eventuais responsáveis, bem como emitir recomendações tendentes a prevenir a ocorrência de situações semelhantes no futuro.