PR diz ser “provável” aplicação de medidas ao Fundo Soberano “nos próximos dias”

O presidente do conselho de administração do Fundo Soberano de Angola (FSDEA) “pode vir a ser “ exonerado pelo Presidente da República, afirmou hoje João Lourenço, que revelou que tem já nas mãos um documento com propostas do Ministério das Finanças dirigidas a reforçar o controlo do Fundo pelo Estado.

77
COMPARTILHE

João Lourenço, que falava hoje numa entrevista colectiva a jornalistas no Palácio da Cidade Alta, revelou que “foi contratada uma empresa idónea para realizar um diagnóstico” às contas do Fundo, liderado por José Filomeno dos Santos, filho do ex-PR.

“O Ministério das Finanças já apresentou uma proposta com medidas a tomar para passarmos a um ter controlo mais efectivo” do Fundo, afirmou, adiantando que é “provável que nos próximos dias” essas medidas venham a ser implementadas.

Questionado sobre por que motivo o PCA do Fundo não foi afectado pela vaga de exonerações levada a cabo pelo PR, Lourenço respondeu que “não diria que vou exonerar, mas pode vir a acontecer”.

Ricardo David Lopes