Macron é a voz reformadora da União Europeia

Ao fim de um ano de mandato, o presidente francês consagrou-se como um dos líderes do chamado motor franco-alemão e já tem algumas vitórias relevantes, segundo Charles de Marcilly, analista político e director da delegação de Bruxelas da Fundação Robert Schuman.

103
COMPARTILHE

“O carisma e o espírito inovador têm sido apreciados por muitos líderes europeus, mas a febre reformadora de Macron poderá enfrentar alguns obstáculos, por exemplo, no que se refere à zona euro”, diz o analista político.

“O primeiro revés tem a ver com o futuro quadro financeiro plurianual, isto é, o orçamento europeu de 2021 a 2027. Sabemos que o governo francês defende um orçamento próprio para a zona euro e não vai ser esse o caso”, afirmou Charles de Marcilly.

O jovem político ainda está a ensaiar como convencer uma chanceler cautelosa, que gosta de disciplina financeira e de passos seguros, a refundar o bloco comunitário para o século XXI.

 

 

COMPARTILHE