China financia campanha agrícola de Moçambique

A China doou 10 milhões de dólares a Moçambique para apoiar a presente campanha agrícola, anunciou em Boane, arredores de Maputo, o embaixador da China em Moçambique, durante a visita que o presidente do Comité Permanente da 13.ª Assembleia Popular Nacional da China, Li Zhanshu, efectuou ao Centro de Investigação e Transferência de Tecnologia Agrícola Moçambique-China.

176
COMPARTILHE
The 28-member Mbini self-help group (SHG) in Machakos farms a 4-acre plot where they grow oranges, avocado, vegetables, maize. The group members also have their own plots, do bee keeping, baking of cakes, and rear goats, cattle and chickens. Their challenges are lacking capital to expand and pump water, lacking insurance and storage facilities for their produce.

O embaixador chinês Su Jian sublinhou a agricultura e a segurança alimentar como sectores prioritários do apoio da china a Moçambique e recordou que cinco grandes empresas chinesas estão presentes no país, sobretudo nos sectores de agricultura e segurança alimentar, infra-estruturas e vias de acesso.

O embaixador acrescentou ainda que a visita Li Zhanshu é de suma importância e acontece numa altura em que a cooperação bilateral tem sido cimentada ao mais alto nível.

Por seu turno, o primeiro vice-presidente da Assembleia da República de Moçambique, António Amélia, destacou que a China já financiou a realização de acções de formação para mais de 50 funcionários do parlamento em áreas como a gestão parlamentar e tecnologias de informação e comunicação.

 

COMPARTILHE