Kabila deixa poder: Luanda poderá ser o palco do anúncio definitivo

O presidente Joseph Kabila “Kabangue”, não vai candidatar-se a um terceiro mandato nas eleições de 23 de Dezembro, garantiu o primeiro-ministro da República Democrática do Congo (RDC), Bruno Tshibala.

25
COMPARTILHE

Em entrevista à Agência Reuters, no Canadá, o governante congolês, fez saber que Kabila vai seguir o que a Constituição determina, e avança que Luanda poderá ser o palco do anúncio definitivo já na próxima semana.

Essa, garantiu Bruno Tshibala, surge numa altura em que se sabe que o partido de Joseph Kabila, o Partido Popular para a Reconstrução e Democracia (PPRD), tem em curso, em várias províncias do país, uma campanha com a cara de Kabila e a anunciar claramente que é ele o seu candidato.

Entretanto, vários membros do Governo de kabila deram tal garantia. Lembrar que Lambert Mende, ministro da Comunicação e porta-voz do Governo, há dois meses, já tinha afirmado que Kabila não seria candidato, sublinhando o mesmo argumento, o de que a Constituição não poderia ser contornada na sua imposição do limite de dois mandatos consecutivos.

COMPARTILHE