Governo angolano quer 25 mil professores a renovar formação até 2022

Cerca de 25 mil professores angolanos deverão frequentar e concluir, entre 2018 e 2022, programas de formação contínua para melhoria e actualização de competências.

72
COMPARTILHE

Cerca de 25 mil professores angolanos deverão frequentar e concluir, entre 2018 e 2022, programas de formação contínua para melhoria e atualização de competências, uma das medidas com que o Governo pretende melhorar o ensino no país.

A pretensão consta do Plano de Desenvolvimento Nacional (PDN) 2018-2022, aprovado pelo Governo e publicado oficialmente a 29 de junho, contendo um conjunto de programas com a estratégia governamental para o desenvolvimento nacional na atual legislatura.

Além da actualização das competências destes 25 mil professores, em serviço, no sector da Educação, face ao “esperado crescimento equitativo das taxas de escolarização” e à “desejada melhoria da eficiência interna” no ensino geral no país. Actualmente, Angola conta com cerca de 170 mil professores, o que cobre cerca de metade das necessidades, face aos 10 milhões de crianças em idade de frequentar o ensino geral.

COMPARTILHE