Mulheres candidatas naturais às autarquias

A vice-presidente do MPLA, Luísa Damião defende que as mulheres são candidatas naturais às autarquias pois desenvolvem projectos inovadores nas suas comunidades-

55
COMPARTILHE

Em entrevista exclusiva à Angop, Luísa Damião, a primeira mulher a assumir o cargo de vice-presidente do partido no poder justificou que as mulheres sao as primeiras a identificar os problemas e a encontrar as soluções para os mesmos nas comunidades.

Ao contar os desafios que enfrentará como vice-presidente do MPLA, conta que o principal são as eleições autárquicas de 2020, para as quais têm que mobilizar os militantes, além de dar os subsídios para conferir maior dignidade às crianças e aos idosos.

Surpresa com a indicação do seu nome para o cargo, Luísa Damião reconheceu a responsabilidade de ser a primeira mulher a chegar a vice-presidente do MPLA e promete representar bem todas as mulheres, que, aliás, constituem 52 por cento da população angolana.

Luisa Damião foi eleita vice-presidente do MPLA na sequência do VI congresso extraordinário do partido, realizado no último sábado, em Luanda, que elegeu João Lourenço como presidente da formação partidária.

COMPARTILHE