PR convida investidores dos EUA à construção do Porto do Dande

"Contamos ainda convosco nas parecerias público-privadas, nos grandes projectos a realizar na modalidade “Constrói, Opera e Transfere” ou BOT", assegurou o PR.

120
COMPARTILHE

Em discurso feito no Fórum de Negócios Angola-EUA, hoje, 24, em Nova Iorque, o Presidente João Lourenço, disse para investidores norte-americanos que Angola conta os mesmos para parcerias público-privadas, nos grandes projectos a realizar na modalidade “Constrói, Opera e Transfere” ou BOT.

Nesta última modalidade, disse que o País tem para breve a abertura do concurso público para a construção do Porto do Dande e sua base logística.

“O novo Aeroporto Internacional de Luanda está em fase de conclusão, uma vez lançado o concurso público, gostaríamos que os empresários americanos se interessassem na gestão e operação do novo aeroporto internacional de Luanda, das suas áreas comerciais, dos espaços para a construção das indústrias e serviços logísticos e de hotelaria do aeroporto”, lançou o repto.

João Lourenço disse também que gostaria (ainda) de contar com os investidores americanos para desenvolver a indústria nacional do ferro e do aço, contudo, “dispomos de outros mineiros, como o ouro, o cobre, e metais raros por explorar e para os quais convidamos também os investidores americanos”.

A concessão da exploração dos caminhos de ferro, em particular do Caminho de Ferro de Benguela, pela sua vertente internacional como via de escoamento dos minérios da Zâmbia e da RDC, através do Porto do Lobito, é uma possibilidade em aberto apresentada pelo Presidente Lourenço aos investidores dos EUA – nas condições que vierem a ser estabelecidas por concurso público.

COMPARTILHE