Congo regista novos 46 casos de ébola

32
COMPARTILHE

O número de mortes prováveis é de 240 desde que se declarou o décimo surto, a 1 de agosto, nas províncias de Kivu do Norte e Ituri, onde193 tiveram resultados positivos, de acordo com dados oficiais de 25 de Novembro.

Para travar o número de mortes, a organização não-governamental (ONG) Aliança para Acção Médica Internacional (ALIMA) anunciou na segunda-feira o lançamento – graças a um consórcio internacional coordenado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) – de um ensaio clínico terapêutico inovador no seu centro de tratamento na cidade de Beni, em Kivu do Norte.

Os tratamentos serão distribuídos aleatoriamente, sempre com o consentimento prévio do paciente ou de sua família e sem que o centro de tratamento possa escolher os pacientes, a fim de evitar qualquer subjectividade nos ensaios.

Actualmente está epidemia de ébola constitui a mais grave de toda a história da RDCogo em relação ao número de casos, já que supera o recorde de 318 infecções registadas em 1976 durante o primeiro surto deste vírus em Yambuku, na província noroeste do Equador.

O vírus ébola é transmitido através do contacto directo com sangue e fluidos corporais contaminados e fica mais virulento quanto mais avançado o processo, atingindo uma taxa de mortalidade de 90%.

 

 

COMPARTILHE