Papa pede a jovens para deixarem vício do smartphone

Libertai-vos da dependência do celular! Por favor!", clamou Francisco aos estudantes, instituto público Ennio Quirino Visconti.

47
COMPARTILHE
VATICAN CITY, VATICAN - MARCH 27: Pope Francis waves to the crowd as he drives around St Peter's Square ahead of his first weekly general audience as pope on March 27, 2013 in Vatican City, Vatican. Pope Francis held his weekly general audience in St Peter's Square today (Photo by Christopher Furlong/Getty Images)

Durante seu discurso aos estudantes do instituto público Ennio Quirino Visconti, renomada escola secundária clássica de Roma, o papa Francisco pediu aos jovens, neste sábado (13/04) no Vaticano, que se “libertem da dependência” do smartphone, que é “como uma droga.”

“Libertai-vos da dependência do smartphone! Por favor!”, clamou Francisco, que explicou “que os telefones são um grande progresso, e são de grande ajuda, e é preciso usá-los, mas quem se transforma em escravo do telefone perde a sua liberdade”. O papa lembrou que “o telefone celular é uma droga” que “pode reduzir a comunicação a simples contactos”.

“A vida é comunicar e não somente simples contactos”, disse Francisco, que também pediu aos estudantes que lutem contra o assédio escolar, que é como “uma guerra”, e confessou que lhe dói saber que em muitos colégios existe este fenómeno.

 

 

COMPARTILHE